(86) 9 9993 0111

rotacombo@rotacombo.com

O que fazer em Teresina em 2020?


O que fazer em Teresina em 2020? Se você pensa que Teresina não é interessante porque não fica à beira do mar, está muito enganado! 

Teresina é um lugar maravilhoso, rico em história preservada e belezas culturais e naturais, bem como noitadas regadas a cervejas estupidamente geladas (o calor é de 40°) e muita música ao vivo.

A gastronomia, então, é muito famosa por seus pratos típicos como o capote (galinha d’angola), que pode ser servida frita, ao molho comum, pardo, de leite de coco ou com urucum, ao gosto do cliente!

Mas emocionante, mesmo, é ter o privilégio de apreciar um dos mais belos fenômenos da natureza: o encontro dos rios Poty e Parnaíba. Imagens para nunca mais esquecer…

Bora lá com a Rota Combo, conhecer o que é que Teresina tem, que a todos encanta?

Conheça a cidade de Teresina no Piauí

Teresina, capital do estado de Piauí é considerada uma das melhores cidades do Nordeste em qualidade de vida. 

Terra de gente hospitaleira, é a única capital da região Nordeste que não fica às margens do Oceano Atlântico, portanto não tem praias como as demais capitais da região.

Mesmo assim tem coisas lindas para se visitar e admirar, como suas praias de água doce, o encontro dos rios Poty e Parnaíba,  seus parques e praças arborizadas, bons restaurantes e empreendimentos de artesanato e vestuário.

Isso tudo sem falar da animada vida noturna da cidade, que oferece opções para shows, boates, cinemas, teatros e música ao vivo em muitos locais, pois as noites lá, em geral, são bem quentes!

Com 1.391,046 Km², localiza-se a 366 km do litoral, à margem do rio Parnaíba e a 439 km de São Luís. Segundo os últimos dados do IBGE, divulgados em agosto de 2019,  a cidade tem 864.845 habitantes e é a cidade mais populosa do Estado, concentrando 26,42% de toda população do Piauí.

Por estar localizada entre o rio Parnaíba e o rio Poti e apresentar grande e densa área verde, recebeu a alcunha de “Cidade Verde”, mas é conhecida também como “Mesopotâmia do Nordeste”. 

Teresina é conhecida como a “Mesopotâmia do Nordeste”

Qual a melhor época para visitar Teresina?

Planeje sua viagem a Teresina para o período de janeiro a agosto, pois a cidade possui um clima muito quente no restante do ano, chegando a 40° C, o que desestimula os passeios.

O que fazer em Teresina? 10 atrações que você precisa conhecer

1. Mirante da Ponte Estaiada

Conhecido também como Complexo Turístico Ponte João Isidoro França, o mirante da Ponte Estaiada é o cartão postal de Teresina. 

Construído em 2010, tem 95 metros de altura e oferece uma visão de 360° da cidade. O acesso ao mirante é feito por elevadores panorâmicos, de onde já se começa a apreciar as belezas da capital de Piauí. 

O mirante é aberto a visitas de terça a sexta-feira, das 11 às 19 horas, e aos sábados, domingos e feriados, das 10 às 18 horas, mediante o pagamento de R$ 3,00 por pessoa.

Fim de tarde na Ponte Estaiada de Teresina

Fim de tarde na Ponte Estaiada de Teresina

2. Parque Ambiental Encontro dos Rios

Um dos passeios mais emocionantes de se fazer em Teresina é visitar o encontro dos rios Parnaíba e Poti. Isso pode ser feito com visita ao Parque Ambiental Encontro dos Rios

O Parque dispõe também de dois mirantes, pontos de pesca, trilhas, restaurantes e exposições de artesanato e produtos alimentícios regionais, que podem ser adquiridos no local. Logo na entrada pode-se apreciar a escultura da Cabeça de Cuia, um ícone da lenda local.

3. Palácio de Karnak

Construído no século XIX, em estilo neoclássico, o Palácio de Karnak é sede do Poder Executivo do Piauí.

Possui características romanas e gregas e tem esse nome inspirado em um bairro de Karnak, região egípcia de Tebas. O Palácio fica na Avenida Antonino Freire, 1450.

Palácio de Karnak em Teresina

O Palácio de Karnak é sede do Poder Executivo do Piauí.

4. Museu do Piauí

O Museu do Piauí, em Teresina, data de 1934 e já passou por muitas revitalizações, visando preservar a memória do Estado. 

Seu acervo conta com sete mil peças, dentre elas quadros, mobílias do século XIX, artesanatos, fósseis e artefatos pré-históricos, como porcelanas e louças antigas, moedas e arco e flecha. 

O museu fica na Rua Areolino de Abreu, 900, e a abre para visita de terça a sexta-feira, das 8 às 17h30 e aos sábados e domingos das 8 às 12 horas.

Museu do Piauí em Teresina

O Museu do Piauí, em Teresina, data de 1934

5. Teatro 4 de Setembro

O Teatro 4 de Setembro é um importante centro de cultura da capital do Piauí, onde são apresentados espetáculos nacionais e internacionais. 

Seu nome lembra o dia em que senhoras da alta sociedade propuseram ao presidente da província a construção de um teatro na cidade. O teatro fica na Praça Pedro II.

Teatro 4 de Setembro o que fazer em Teresina

O Teatro 4 de Setembro é um importante centro de cultura de Teresina

6. Região do Troca Troca

Trata-se de um local às margens do rio Parnaíba, escolhido para acolher um comércio de trocas de mercadorias. 

A feira de mercadorias e trocas estreou em 1985, ao pé de uma figueira. Vieram as inovações e com elas a construção de uma estrutura fixa que cobre o local, mas que poupou a figueira. A Região do Troca Troca fica na Avenida Maranhão.

7. Central de Artesanato Mestre Dezinho

Palco de eventos culturais, música, balé e artesanato, a Central de Artesanato recebeu o nome de Mestre Dezinho em homenagem ao artesão de Piauí José Alves de Oliveira, conhecido internacionalmente por suas obras espalhada pelo mundo inteiro. 

É composta por 25 pequenas lojas. Situa-se na Rua Paissandu, 1276 e abre de segunda a sábado, das 7 às 18 horas.

8. Espaço Cultural Esperança Garcia

Em 2007, quando foi inaugurado, homenageava um bandeirante que desbravou o Piauí e foi responsável pela destruição do Quilombo dos Palmares em Alagoas e também pela morte de muitos índios.

Constatado o equívoco, o nome mudou para Memorial Zumbi dos Palmares. Só ganhou o atual nome recentemente, em homenagem à primeira advogada negra do Brasil, Esperança Garcia

Trata-se de um espaço de cultural, onde são realizadas oficinas de percussão, dança, música, culinária, inclusão digital. No local abriga também uma biblioteca e exposições.  Fica na Avenida Miguel Rosa, 3400, Centro/Sul.

9. Polo Cerâmico do Poty Velho

Trata-se de uma das tradições de Teresina, que é a produção de artefatos de cerâmica, que remonta a 1964.O  Polo Cerâmico foi criado em 2006 no bairro Poty Velho e hoje trabalham no local mais de 300 famílias.

Elas produzem arte e vendem para todo o Brasil, em forma de jarros, potes, joias, mandalas, esculturas e outras variedades. Situa-se na Rua Desembargador Flávio Furtado.  Mais informações sobre o Polo podem ser encontradas AQUI.

10. Igreja de São Benedito

Com uma história fortemente ligada à escravidão em Teresina, a Igreja de São Benedito foi um projeto idealizado e financiado pelo povo negro, que também a construiu. 

Essa foi a solução encontrada por aquele bravo povo, que juntamente com leprosos, indígenas e outras pessoas consideradas párias, eram proibidas de entrar nas demais igrejas da cidade. Localiza-se no Alto da Jurubeba, bem ao lado de um antigo cemitério de escravos. 

Frei Serafim, conhecido por sua ajuda aos menos favorecidos, era arquiteto e coordenou o trabalho. Hoje a rua onde fica a igreja leva o seu nome. O endereço é Avenida Frei Serafim, 1626.

Como chegar em Teresina?

  • De carro

Vindo de São Luís, é só pegar a BR 135 e a BR 316. Em Palmas pega-se a BR 226 e a partir de Fortaleza o trajeto é feito pela BR 222  e BR 343.

  • De ônibus

Ônibus das empresas Guanabara e Progresso partem de Recife quase que diariamente, assim como de outras capitais brasileiras. A viagem dura cerca de 20 horas e custa em torno de R$ 240,00.

  • De avião

Teresina recebe voos diretos das principais capitais brasileiras em seu aeroporto, principalmente da Azul, Latam e Gol. Do aeroporto à cidade são quatro quilômetros que podem ser percorridos de táxi ou de ônibus.

  • Transfer

De ônibus ou avião, quem quiser economizar pode agendar transfer até a cidade e também voltar de transfer à rodoviária ou ao aeroporto. 

Para contratar ou saber mais a respeito de transfer para Teresina ou vice-versa, clique AQUI. Se quiser contratar um transfer privativo com saída de Teresina, clique AQUI.

Conclusão

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a história e os encantos de Teresina, que tal ir lá pessoalmente, conhecer essas maravilhas?

Já pensou na possibilidade de poder apreciar o verde da cidade de cima de um mirante, refletir sobre sua história e toda a beleza que a natureza dá aquela região, e que é tão bem aproveitada?

Poder visitar o Polo Cerâmico do Poty Velho, ver de perto e até mesmo adquirir peças feitas no local, tão cobiçadas pelo mundo inteiro?

Ter a oportunidade de orar em uma igreja planejada e construída por negros, na época em que eles não podiam entrar nas igrejas dos “brancos”?

Se você quer mesmo colocar em prática essa ideia, a oportunidade bate à sua porta!

Compartilhe este post com a família, amigos e namorado e faça essa viagem tão rica em cultura e beleza! Viaje pelo blog da Rota Combo e veja quanta beleza a região nordeste tem à sua espera!

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Oi, como posso ajudar?